Search

Valuation e M&A: Como se adaptar às novas tendências do mercado

O mercado de valuation e M&A (fusões e aquisições) é um dos mais dinâmicos e competitivos do mundo. Em constante evolução, ele é moldado por uma série de fatores, incluindo as mudanças econômicas, tecnológicas e regulatórias. Para se manterem competitivas, empresas e profissionais precisam estar atentos às últimas tendências e se adaptarem a elas de forma eficaz.


O aumento da importância dos dados e da análise


Uma das tendências mais marcantes do mercado de valuation e M&A é o aumento da importância dos dados e da análise. Isso ocorre porque os dados podem fornecer insights valiosos sobre o valor de uma empresa, seus concorrentes e o mercado em geral.

No passado, o valuation de uma empresa era baseado principalmente em métodos subjetivos, como a comparação com empresas semelhantes. No entanto, com o aumento da disponibilidade de dados, os profissionais de valuation estão cada vez mais usando métodos quantitativos, como a análise de fluxo de caixa descontado (DCF) e o múltiplo de vendas.

A análise de dados também é importante para identificar oportunidades de M&A. Os profissionais de M&A podem usar dados para identificar empresas que estão subvalorizadas ou que podem ser combinadas para criar sinergias.


A ascensão da tecnologia


A tecnologia está transformando o mercado de valuation e M&A de várias maneiras. Por exemplo, a inteligência artificial (IA) e o aprendizado de máquina (ML) estão sendo usados para automatizar tarefas, melhorar a precisão e identificar novas oportunidades.

A IA pode ser usada para automatizar tarefas tediosas e repetitivas, como a análise de dados financeiros. O ML pode ser usado para melhorar a precisão do valuation, identificando padrões e tendências nos dados.

A tecnologia também está sendo usada para criar novos produtos e serviços que estão revolucionando o mercado de valuation e M&A. Por exemplo, plataformas de dados e ferramentas de análise estão tornando mais fácil para empresas e profissionais acessarem e analisarem informações.


A crescente importância da sustentabilidade


A sustentabilidade está se tornando uma consideração cada vez mais importante para investidores e empresas. Isso significa que os profissionais de valuation e M&A precisam considerar os fatores ambientais, sociais e de governança (ESG) ao avaliar o valor de uma empresa.

Os fatores ESG incluem temas como as emissões de carbono de uma empresa, seu impacto social e seus padrões de governança. As empresas que são consideradas sustentáveis ​​tendem a ser mais valorizadas pelos investidores.


A importância da sustentabilidade no valuation e M&A


A sustentabilidade está se tornando uma consideração cada vez mais importante no valuation e M&A. Isso ocorre por vários motivos:

  • Investimentos ESG: Os investidores estão cada vez mais interessados em investir em empresas que são sustentáveis. Isso significa que as empresas que não são sustentáveis ​​podem ter mais dificuldade em obter financiamento.
  • Reputação: As empresas sustentáveis ​​tendem a ter uma melhor reputação com os consumidores e investidores. Isso pode levar a um aumento nas vendas e no valor da empresa.
  • Regulamentação: Os governos estão cada vez mais regulando as empresas em relação à sustentabilidade. Isso pode levar a custos adicionais para as empresas que não são sustentáveis.

Como os fatores ESG são considerados no valuation


Os fatores ESG podem ser considerados no valuation de uma empresa de várias maneiras. Uma maneira é descontar o valor da empresa por seus riscos ESG. Por exemplo, uma empresa com altas emissões de carbono pode ter uma taxa de desconto maior dos seus fluxos de caixa, pois é mais provável que enfrente regulamentações ambientais mais rigorosas. Isso aumenta o risco para o investidor, refletindo na maior taxa de desconto, o que irá resultar em um menor valor presente dos fluxos de caixa e, consequentemente, da empresa.

Outra maneira de considerar os fatores ESG no valuation é adicionar um prêmio ao valor da empresa por seu desempenho ESG. Por exemplo, uma empresa com um bom histórico de responsabilidade social pode ter seu valor aumentado porque é mais provável que atraia investidores e clientes. Agora a taxa de desconto dos fluxos de caixa será menor, em função do menor risco ao investidor, resultando em um maior valor da empresa.


Exemplos de como os fatores ESG são considerados no M&A


Os fatores ESG também podem ser considerados no M&A. Por exemplo, uma empresa pode adquirir outra empresa para melhorar seu desempenho ESG. Nesse sentido, uma empresa de energia pode adquirir uma empresa de energia renovável para reduzir suas emissões de carbono.


O M&A no Brasil


O mercado de M&A no Brasil cresceu significativamente nos últimos anos. Em 2022, foram registrados mais de 3.000 negócios de M&A no Brasil, com um valor total de R$ 270 bilhões. Esse crescimento do M&A no Brasil pode ser atribuído a vários fatores, incluindo a popularização da educação financeira nacional, após o período de pandemia o número de informações aumentaram significativamente nas redes sociais. 


Dicas para se adaptar às novas tendências


Para se adaptar às novas tendências do mercado de valuation e M&A, empresas e profissionais podem seguir algumas dicas:

  • Invista em treinamento e desenvolvimento: Os profissionais precisam se manter atualizados sobre as últimas tendências e tecnologias. Isso pode ser feito através de treinamento, workshops e eventos.
  • Faça parceria com especialistas: As empresas podem se beneficiar da parceria com especialistas em valuation e M&A que tenham experiência em lidar com as últimas tendências.
  • Seja flexível: O mercado de valuation e M&A está em constante mudança, portanto, é importante ser flexível e capaz de adaptar-se às novas realidades.

Exemplos específicos de como se adaptar


  • As empresas podem usar dados e análise para melhorar a precisão do seu valuation. Por exemplo, elas podem coletar dados sobre o desempenho de suas concorrentes, o mercado em geral e as tendências econômicas. Elas também podem usar ferramentas de análise para identificar padrões e tendências nos dados.
  • As empresas podem usar tecnologia para automatizar tarefas e melhorar a eficiência. Por exemplo, elas podem usar IA e ML para automatizar tarefas como a análise de dados financeiros e a identificação de oportunidades de M&A.
  • As empresas podem divulgar informações sobre seu desempenho ESG para atrair investidores e parceiros. Por exemplo, elas podem divulgar relatórios de sustentabilidade ou publicar informações sobre suas iniciativas de ESG em seus sites.

Conclusão


As tendências do mercado de valuation e M&A estão se desenvolvendo rapidamente e as empresas e profissionais que desejam se manter competitivos precisam estar atentos às mudanças. Ao investir em treinamento e desenvolvimento, fazer parcerias com especialistas e ser flexível, as empresas podem se adaptar às novas tendências e melhorar suas chances de sucesso.

Para saber mais sobre as tendências do mercado financeiro, inscreva-se em nosso canal e nós te ajudaremos em sua jornada rumo ao sucesso profissional! 

Até a próxima!

Quer receber mais
conteúdos da academia?
Entre para a ToroNews

Inscreva-se para receber nossos conteúdos por email e faça parte da Newsletter da ART

Faça o seu cadastro:

Conteúdo relacionado

Explore nosso conteúdo relacionado e aprofunde-se ainda mais nos assuntos que mais importam para você.