Trabalhar no mercado financeiro é o sonho de muitos jovens que se identificam com as dinâmicas do setor. Inclusive, há bastante gente que já entra na faculdade pensando em trabalhar em bancos, corretoras, fundos de investimentos, etc. 

A grande vantagem de saber isso desde cedo é que esses estudantes podem se preparar para ter o conhecimento necessário para trabalhar e crescer no setor financeiro. Se você sonha em ser um profissional dessa área, confira essas dicas! 

1. ESTUDE DESDE CEDO

Quanto mais cedo o jovem sabe que quer trabalhar no mercado financeiro, mais tempo ele tem para se aprofundar nos conhecimentos essenciais para trabalhar no setor. Se o estudante ainda está no Ensino Médio, pode, inclusive, aproveitar as aulas de matemática com mais empenho, já que tem noção do quanto isso será importante para a profissão. 

Existem muitos livros, manuais e vídeos no YouTube que oferecem uma boa base sobre o mundo das finanças com linguagem acessível. Isso pode ser usado como uma maneira de se introduzir nesse universo, já conhecendo os termos e os conceitos básicos do setor financeiro. 

2. APROVEITE A FACULDADE 

Outro ponto importante é a escolha do Curso Superior. Não existe um curso único para quem quer trabalhar em bancos, corretoras e fundos de investimentos, mas os mais comuns são Economia e Ciências Contábeis, que têm relação direta com a análise econômica e financeira. 

Há ainda quem opte pela Engenharia e pela Administração. Esses cursos são interessantes principalmente para quem tem interesse em atuar na parte estratégica e na construção de modelos matemáticos. Nesses casos, é possível direcionar a formação para o setor financeiro, eventualmente complementando com um MBA. 

Tão importante quanto a escolha do curso é o aproveitamento da faculdade em si. Esse período é essencial para criar vínculo com colegas e professores, para estudar muito e para se esforçar a fim de conseguir estágios que tenham sintonia com a área profissional que o estudante quer seguir. 

3. TENHA UMA CERTIFICAÇÃO FINANCEIRA

Não é exagero dizer que as certificações financeiras são fundamentais para quem quer começar a trabalhar ou crescer dentro de uma instituição financeira. Essas certificações atestam o conhecimento do profissional sobre temas recorrentes na rotina de trabalho e, por isso, são tão valorizadas. Confira as principais:

  • CPA-10 - certifica os profissionais que trabalham com a prospecção e com a venda de produtos de investimento e que têm contato direto com o público.
  • CPA-20 - certifica profissionais que lidam com a venda de produtos de investimento e com a manutenção de carteiras em segmentos de alta renda,  private banking, corporate e investidores institucionais, em agências bancárias ou plataformas de atendimento.
  • CEA - certifica profissionais que assessoram os gerentes de conta de clientes pessoas físicas em investimentos, podendo indicar produtos.
  • CFP® - certifica profissionais que trabalham com planejamento financeiro pessoal e familiar.

Se você já sabe que quer trabalhar no setor financeiro, mas acha que é muito jovem, lembre-se que quanto mais cedo começar a se preparar, mais conhecimento terá adquirido. Quando precisar, conte conosco!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.