Por que a metodologia de estudo faz a diferença para a aprovação?

Muitas pessoas que se preparam para uma certificação financeira se preocupam com o volume de questões que cai na prova, bem como com o tempo prolongado do teste. No entanto, o foco desses estudantes não deveria estar aí. Pelo contrário: deveria estar em dominar o conteúdo a partir de uma boa metodologia de estudos.

Quando falamos sobre certificação financeira, precisamos considerar a metodologia que será usada. Ela é responsável por potencializar o tempo dedicado aos estudos, otimizando a compreensão dos alunos e, é claro, refletindo na aprovação. Quer entender por que a metodologia de estudo faz tanta diferença para a aprovação? Veja aqui! 

Uma boa metodologia reduz o tempo de estudo

Você já deve ter conhecido pessoas que se prepararam por mais de um ano para conquistarem uma certificação que precisava de poucos meses de estudos, né? O tempo prolongado não significa que essas pessoas não são capazes de entender e de aplicar os conceitos, mas quer dizer que usaram o método errado para estudar.

Muitas formas convencionais sugerem que o aluno veja e reveja os tópicos, criando um ciclo infinito que os estimula a decorar e não a entender os conceitos que estão estudando. Quando chegam no próximo tópico, esquecem o que viram antes, precisando retornar continuamente para fixar. 

Isso prolonga o tempo de estudos e aumenta a sensação de impotência dos alunos, que se frustram com a própria capacidade. Por isso, o ideal é usar uma metodologia que sirva para a prova e para a vida, permitindo que as pessoas compreendam tão bem o conteúdo a ponto de conseguirem aplicá-lo após a aprovação. 

Uma boa metodologia amplia as formas de absorção

Outro ponto importante de uma boa metodologia de estudo: ela não precisa ser aplicada somente quando o aluno está sentado diante dos livros. Pelo contrário: quanto mais variado for o método de estudos, maiores são as chances de absorção do conteúdo.

Por essa razão, recomenda-se que os estudantes sentem para estudar aquilo que realmente precisam, mas que não se limitem só a esse formato. Vídeos no YouTube podem ajudar na fixação do conteúdo, assim como áudios que, inclusive, podem ser escutados no trânsito. 

E aqui entra mais um fator importante das metodologias: todo lugar é lugar de estudos. O tempo de lavar a louça pode ser o momento ideal para ouvir aquela explicação em áudio que esclarece três questões da prova. Da mesma forma, o banho pode ser a hora em que o aluno explica para si mesmo sobre os conceitos que estudou durante o dia.

Se você já conhece a Academia de Finanças Rafael Toro, sabe que aplicamos a Metodologia dos 3 Qs. Ela orienta os alunos a entenderem o que, quanto e quando devem estudar para serem aprovados. E isso inclui, inclusive, a compreensão de quais conteúdos não precisam ser estudados. 

O resultado? Alunos mais confiantes, que sabem gerenciar o conteúdo e o tempo, e que são aprovados em um prazo muito menor do que o comum. Se você quer conquistar uma certificação financeira, conheça aqui os nossos cursos!

Rafael Toro

Rafael Toro

CEO e Sócio fundador da Academia Rafael Toro