Search

Relação do mercado internacional com a B3

A Bovespa, ou como é mais conhecida, a B3, é a bolsa de valores brasileira. Ela está entre as principais do mundo e sofre influência direta do mercado internacional. Porém, nem sempre o Trader sabe como isso acontece. Para entender como a B3 é afetada pelo resto do mundo, é importante compreender os principais fatores que influenciam o Mercado Financeiro global.

Principais bolsas de valores do mundo


O Mercado Financeiro é composto por diferentes bolsas, nas quais são negociadas diversas ações de empresas do mundo todo. As principais bolsas de valores do mundo são:

  • New York Stock Exchange (NYSE)
  • Nasdaq Stock Market
  • Tokyo Stock Exchange
  • London Stock Exchange (LSE)
  • Euronext
  • Shanghai Stock Exchange (SSE)

Elas são responsáveis por negociar um volume enorme de ações todos os dias, e seus movimentos influenciam o comportamento de todos os Mercado Financeiros do mundo.

A importância da B3


A B3 é uma das principais bolsas do mundo, e seu desempenho tem grande impacto na economia brasileira. No entanto, também é afetada pelo ritmo internacional.

Fatores que influenciam a B3


  • Cenário econômico global
  • Cenário econômico brasileiro
  • Preços das commodities
  • Movimentos das taxas de juros

Cenário econômico global


Com certeza, é um dos principais fatores de influência à B3. Quando a economia global está crescendo, a demanda por ações tende a aumentar, o que impulsiona os preços. Na mesma direção, com a economia em crescimento, as empresas tendem a faturar mais, gerar mais valor e isso também contribui para o aumento do preço das ações.

Por sua vez, quando a economia global está em recessão, a demanda por ações tende a diminuir, o que pressiona os preços. Analogamente com o ocorrido no crescimento econômico, na recessão as empresas tendem a faturar menos, a gerar menos valor, o que também contribui para a queda do preço das ações.

Cenário econômico brasileiro


Quando a economia brasileira está crescendo, muitas empresas brasileiras tendem a se beneficiar, o que impulsiona os preços das ações. Por outro lado, quando a economia brasileira está em recessão, as empresas brasileiras tendem a sofrer, o que pressiona os preços das ações.

O Brasil é um grande exportador de commodities, como soja e minério de ferro. Os preços dessas commodities influenciam diretamente o desempenho das empresas brasileiras, o que, por sua vez, influencia os preços das ações na B3.

Movimentos das taxas de juros


As taxas de juros são um dos principais instrumentos de política monetária. Quando as taxas de juros estão baixas, os investidores ficam mais propensos a investir em ações, em busca de melhores rentabilidades, o que impulsiona os preços. Por outro lado, quando as taxas de juros estão altas, os investidores ficam mais propensos a investir em ativos de renda fixa, o que pressiona os preços das ações.

Quer receber mais
conteúdos da academia?
Entre para a ToroNews

Inscreva-se para receber nossos conteúdos por email e faça parte da Newsletter da ART

Faça o seu cadastro:

Conteúdo relacionado

Explore nosso conteúdo relacionado e aprofunde-se ainda mais nos assuntos que mais importam para você.