Apenas 4 em cada 10 brasileiros preparam as finanças para a aposentadoria. É isso que mostra a última pesquisa feita pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), em parceria com o Banco Central do Brasil (BC).

Apesar de o assunto ser pouco falado, é de extrema importância para a saúde financeira em todas as etapas da vida. A própria expectativa de vida dos brasileiros justifica isso: conforme o IBGE, a média de vida dos homens é de 73 anos, e a das mulheres, de 80 anos. 

E já que esse é um daqueles conteúdos que servem para a prova e para a vida, que tal aprofundarmos? A seguir vamos apresentar 3 fontes para garantir o descanso na terceira idade. Não deixe de ler! 

3 FONTES PARA A APOSENTADORIA 

Chegou a hora de falarmos sobre os Princípios Fundamentais de Previdência. Em resumo, existem 3 fontes básicas para a aposentadoria. Você sabe quais são? Então preste bastante atenção nesse tema, pois é recorrente nos exames CPA-10, CPA-20, CEA e CFP®.

PREVIDÊNCIA SOCIAL

Na Previdência Social, o governo repassa os recursos para a sobrevivência do contribuinte. Há um valor máximo de recebimento, além de risco de mudanças nas regras da Previdência. Ou seja, hoje elas podem ser diferentes de quando a pessoa for se aposentar.

PREVIDÊNCIA PRIVADA COMPLEMENTAR

Na Previdência Privada Complementar, o investidor contribui para um plano de previdência complementar, de forma que os recursos aportados junto com os rendimentos sejam repassados em pagamento único ou em forma de renda.

ACUMULAÇÃO PRÓPRIA DE PATRIMÔNIO

Com a Acumulação Própria de Patrimônio, o investidor terá a renda através das aplicações financeiras que realizou ao longo da vida, sem depender das Previdências para se sustentar na aposentadoria. 

QUANDO COMEÇAR A GUARDAR DINHEIRO?

Especialistas em educação financeira recomendam que as pessoas comecem a guardar dinheiro a partir do momento em que têm um salário. Ou seja, o ideal é que os jovens já tenham a consciência de planejar a aposentadoria desde o primeiro emprego. 

Mas quanto dinheiro deve-se guardar por mês? É claro que o valor que será resguardado depende da faixa salarial e também dos custos mensais que o trabalhador arca. Apesar disso, o ideal é que pelo menos 10% desta renda seja voltada para a Previdência Privada. Veja essas dicas para pensar desde agora no seu descanso na aposentadoria:

  • Planeje a aposentadoria desde cedo
  • Direcione pelo menos 10% do salário 
  • Busque outras fontes de renda além do INSS
  • Faça uma Previdência Privada Complementar 
  • Lembre-se dos aportes periódicos
  • Varie os investimentos

APOSENTADORIA É QUESTÃO DE PROVA

Como a aposentadoria aparece nos exames de certificação financeira? No CPA-10 e CPA-20, de 5% a 10% da prova é sobre Previdência Complementar Aberta. Já no CEA, a proporção aumenta para 10% a 15%. Por fim, no CFP®, entre 9% e 13% das questões são sobre Planejamento de Aposentadoria.

Está convencido de que este tema é essencial para a prova e para a vida? Então assista a aula sobre Previdência no nosso canal do YouTube com o professor Lucas Rodrigues.