A importância da resiliência na rotina de estudos

Você já se viu diante da seguinte situação? São 3h30 da tarde, você não fez nem metade das coisas que tinha se proposto a fazer no início do dia e um cliente manda mensagem reclamando daquele estudo da carteira de investimentos que você ainda não conseguiu fazer. Fora que você ainda tem outras 2 reuniões até o final do dia e está com um cliente na linha que resolveu te contar sobre o final de semana em família.

Daí você se lembra que faz duas semanas que comprou um curso preparatório para uma certificação do mercado financeiro e que, com muito custo, leu o primeiro capítulo que abordava conceitos bem difíceis e cálculos bem complicados. Obviamente você não se lembra de praticamente nada e está completamente sem coragem sequer de pegar o livro novamente.

Para completar, ligam da escola do seu filho dizendo que ele não está se sentindo bem e que você precisa ir pegá-lo imediatamente.

Pois é, essa situação é mais comum do que parece!

Tudo bem, mas saber disso não resolve seu problema! É verdade, mas aceitar que acontecerão diversas coisas não planejadas no seu dia e que não estão no nosso controle é o primeiro passo para desenvolver sua resiliência!

Mas o que significa resiliência? E o que tem a ver com minha rotina de estudos?

Para explicar melhor, vou contar uma situação que passei há algum tempo com minha filha, de 3 anos. Teve um dia em que ela estava com uma indisposição estomacal bem desconfortável. Eu e minha esposa falamos com a pediatra dela, que recomendou um medicamento. Demos o remédio a ela e, buscando acolhê-la, dissemos: Vai ficar tudo bem.

Felizmente ela já estava ótima no dia seguinte, cheia de energia como toda criança dessa idade! Mas, para nossa surpresa, ela começou a repetir: vai ficar tudo bem, vai ficar tudo bem.

Esse é uma das vivências mais claras que tenho sobre resiliência. Do ponto de vista formal, resiliência significa voltar ao estado normal. O problema é que esse estado temporário de anormalidade geralmente está associado com algo desconfortável e, por conta disso, precisamos ser flexíveis e muitas vezes criativos para lidar com essa adversidade e assim, finalmente, retornarmos ao estado normal.

Vai ficar tudo bem! É exatamente isso!

Mas, claro, precisamos primeiro aceitar a situação. Depois, avaliar com serenidade o que pode ser feito para voltarmos ao normal.

Naquela cena do seu dia, 3h30 da tarde e a sensação de que o mundo está “caindo”. Sem dúvida, o mais importante é buscar seu filho na escola. Saúde não se negocia. Mas, e como fazer com todas as outras demandas?

Teremos que ser flexíveis e criativos!

Por exemplo, com o cliente na linha falando sobre o final de semana, que tal convidá-lo para almoçar na semana que vem e ele pode te contar com calma sobre o final de semana dele? Pode ser um bom momento para reencontrá-lo e, quem sabe, gerar novos negócios ou, pelo menos, estreitar o relacionamento. Sobre o cliente que te mandou mensagem cobrando o estudo da carteira de investimento, será que não dá para ligar para ele no caminho da escola?

Talvez você já tenha uma boa ideia de como rebalancear a carteira dele, só não teve tempo de formalizar isso. Já adiantando o assunto por telefone, certamente ele já se sentirá melhor atendido.

E as reuniões? Bom, será que dá para remarcar? Ou talvez alguém apresentar por você a parte que você falaria e depois te retornar com os próximos passos acordados?

Tudo dá se um jeito. Vai ficar tudo bem! Isso é resiliência. Voltar ao estado normal, cuidando do seu filho, sem precisar sucumbir a essa situação tão adversa que se formou.

E perceba como isso te ajudará a restabelecer o equilíbrio, a confiança em você mesmo e sua força pessoal para encarar a próxima situação adversa que está por vir!

Mas o que tudo isso tem a ver com os estudos?

Aqui na Academia RT, a gente sabe que essas situações são muito comuns no seu dia-a-dia. Dessa forma, toda nossa metodologia e toda a sua experiência como aluno foram cuidadosamente planejadas para que você desenvolva esse senso de resiliência.

Como assim?

Somos flexíveis e criativos. Nos adaptamos à sua rotina. Nosso método prevê 1,5, no máximo 2 horas por dia de dedicação. Você pode estudar no momento em que for melhor pra você. Mas por onde começo? A gente montou uma experiência de aprendizagem totalmente inovadora e que basta você seguir a sequência dos conteúdos que vamos liberando dia-a-dia. Com isso, você vai adquirindo o hábito de aprender, praticamente sem se dar conta disso!

Entendemos seu jeito de aprender. A gente não vai te dar livros e livros para você ler, perder horas e horas e depois ficar com a sensação de que não aprendeu nada. De fato, aprender é diferente de estudar. Então, ao invés de livros, vamos te passar áudios para você escutar no que chamamos do seu tempo morto, quando você está, por exemplo, na academia, passeando com o cachorro ou no táxi ou no Uber.

Ao invés de aulas de leitura de slide, vamos encher sua tela com esquemas, tabelas e outras formas mais agradáveis, sempre contextualizando o conteúdo à sua realidade.

Estimulamos (e muito) as conexões. Uma forma de desenvolver a resiliência é se conectar com outras pessoas. Todos nossos alunos ficam constantemente conectados por grupos de WhatsApp juntamente com nossos professores. E lá rola de tudo: desde dúvidas de conteúdo, relatos de alunos sobre os mais diversos tópicos relacionados aos estudos, figurinhas, emojis… enfim, é um ambiente de uma troca muito rica.

Oferecemos apoio especializado. Nossos alunos assistem a palestras frequentes de um psicólogo que nos acompanha já há algum tempo. Durante essas lives, há um ambiente muito confortável para que todos possam falar de suas angústias, aflições e dificuldades.

E sabe o que é mais interessante disso tudo? Quando nossos alunos são aprovados, eles nos falam: quero fazer outro curso! Não imaginava como eu conseguiria fazer tudo o que faço e ainda estudar com prazer!

E é isso o que nos move aqui na Academia! Vai ficar tudo bem!

Caio Torralvo

Caio Torralvo