https://www.academiarafaeltoro.com.br/

LCI ou LCA: o que são, como funcionam e quais são as diferenças?

Quem está por dentro do mundo dos investimentos já deve ter ouvido falar bastante sobre LCI e LCA. Os dois títulos são livres de tributos, o que desperta a atenção de muita gente que quer fazer o dinheiro render. Mas você sabe exatamente o que é cada um desses investimentos? A seguir, explicaremos como a LCI e a LCA funcionam e quais são as suas principais diferenças. Confira!

O que é LCI? 

Em primeiro lugar, vamos falar da LCI. Sua sigla significa Letra de Crédito Imobiliário, já que os recursos captados pelo emissor são direcionados para financiar as atividades do setor imobiliário. Como recompensa, o investimento oferece uma taxa de rentabilidade anual, que o cliente fica sabendo na ocasião da compra. 

A LCI é um investimento de renda fixa oferecido pelos bancos e tem uma data de vencimento – ou seja, é considerado de médio ou longo prazo, não sendo recomendado para quem precisa de liquidez. 

Com o prazo definido, o investidor consegue ter noção de quanto terá de rendimentos enquanto o dinheiro estiver aplicado nesse investimento. Após o tempo do investimento terminar, o investidor poderá escolher se quer resgatar o valor e os rendimentos ou se quer reinvesti-los. 

O que é LCA? 

A LCA, por sua vez, é a Letra de Crédito do Agronegócio. Isso significa que, diferente da LCI, que é voltada para o setor imobiliário, os recursos captados pelo emissor são direcionados para financiar as atividades do agronegócio.

Esse também é um título de renda fixa, com taxa de rentabilidade e data de vencimento definidas no momento da contratação do investimento. Mas qual será a diferença entre a LCI e a LCA? 

Na prática, os dois títulos funcionam da mesma maneira. O que fará com que o investidor escolha um deles é o rendimento, prazo e montante inicial. Em geral, a LCA apresenta um prazo de investimento mais longo, com aporte inicial superior ao da LCI. 

Rendimentos da LCI e da LCA

Vale saber que os rendimentos da LCI e da LCA podem ser apresentados de duas maneiras. A primeira é a prefixada, que nada mais é do que uma taxa de rentabilidade fixa anual. A segunda é a pós-fixada, cujo rendimento é relacionado a indexador, como, por exemplo, o IPCA ou o CDI. 

Um ponto positivo desta modalidade de investimento é que ela não envolve o pagamento de tributos ou taxas, ou seja, o rendimento bruto da LCI e da LCI é exatamente igual ao líquido. Essa isenção é uma estratégia do governo para promover os setores imobiliário e do agronegócio. 

Vantagens da LCI e LCA

Mas será que vale a pena investir em LCI ou em LCA? Essa é uma decisão que varia de pessoa para pessoa, uma vez que depende do perfil do investidor de cada um. Em geral, esses investimentos apresentam pontos bem positivos, como o risco baixo, a isenção de tributos e de taxas e uma boa rentabilidade. 

Nome autor

Nome autor

Descrição autor